COMUNICAÇÃO / NOTÍCIAS


22/02/2018 - 11:55

Interino continua no Ministério do Trabalho pelo menos até março

tituloImagemSYS


A nomeação de um novo ministro do Trabalho, cargo vago há quase dois meses, ainda irá demorar. Hoje (21), depois de reunião entre Michel Temer, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, o líder do partido na Câmara, Jovair Arantes (GO), e a deputada Cristiane Brasil (RJ), ficou decidido que o interino, Helton Yomura, vai continuar até a reforma ministerial, provavelmente no final do mês que vem. Alguns ministros sairão para disputar as eleições.

"O presidente da República e o PTB voltarão a discutir a indicação do novo nome para a pasta do Trabalho na reforma ministerial", diz nota divulgada pelo partido após o encontro no Palácio do Planalto. Ontem, Jefferson disse que "declinava" da nomeação de Cristiane, sua filha, que não conseguiu tomar posse por causa de sucessivas derrotas judiciais. Na reunião, Temer foi comunicado oficialmente da decisão. Os petebistas agradeceram pelo apoio.

O PTB manterá o Trabalho sob controle, o que aconteceu desde o início do governo Temer, com o deputado Ronaldo Nogueira (RS), que deixou o ministério em 27 de dezembro. Se não conseguiu emplacar Cristiane, tem no interino uma pessoa de confiança: Helton Yomura, 36 anos, têm relação próxima desde 2006, quando ele advogou para a deputada em uma representação do Ministério Público Eleitoral, segundo informou o site Congresso em Foco.

"A relação entre os dois se estreitou durante a passagem dela por secretarias na gestão do então prefeito do Rio Eduardo Paes (MDB)", acrescenta o site, informando ainda que Yomura ocupou dois cargos por indicação de Cristiane e Jefferson. Ele foi superintendente regional do Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro (a antiga Delegacia Regional do Trabalho) até assumir a secretaria-executiva do ministério, em outubro do ano passado. 

 

Fonte: Rede Brasil Atual