COMUNICAÇÃO / NOTÍCIAS


04/12/2018 - 11:22

Bancário morre em ação de bandidos no norte gaúcho

Cordão humano e refém morto.


Quando criminosos enfileiraram moradores, clientes e bancários em frente a agências do Banco do Brasil e do Banrisul, na cidade de Ibiraiaras, na tarde da segunda-feira, 3/12, mais um caso de cordão humano assolava o Rio Grande do Sul. A investida dos assaltantes fez duas vítimas, uma delas fatal. O bancário do BB, Rodrigo Mocelin da Silva foi morto durante a ação da quadrilha. A outra vítima estava em atendimento no hospital até às 17h.

Além de utilizarem reféns como escudos para impedir alguma reação da Brigada Militar, a quadrilha muito bem armada fugiu com refém e saiu atirando para o alto durante a fuga.

Ao mesmo tempo, um grupo atacava a agência do Sicredi em Três Palmeiras, a 190 quilômetros de distância de Ibiraiaras, na Região Norte do Estado. Criminosos também usaram reféns como cordão humano e fugiram com dinheiro. Na fuga espalharam miguelitos no caminho para dificultar perseguição policial.

O mês de dezembro começou violento para os bancários gaúchos. Já são quatro ataques a bancos em três dias, um a cada 18 horas. Além dos três cordões humanos, assaltantes armados invadiram a Secretaria Municipal de Saúde de Porto alegre por volta do meio-dia do sábado, 1º/12, fizeram médicos, vigias e servidores de reféns. Antes que pudessem arrombar os caixas eletrônicos, receberam mensagem por rádio e desistiram da ação.

 

Informações: SindBancários