COMUNICAÇÃO / NOTÍCIAS


11/04/2018 - 15:21

Diretor da Fetrafi-RS vai à justiça contra resultado de assembleia que aprovou abertura de capital da Banrisul Cartões

tituloImagemSYS


Em rápida assembleia, na tarde desta terça-feira, dia 10, os acionistas do Banrisul concordaram em abrir o capital do seu braço de cartões. O que chama atenção é que o encontro durou cerca de 10 minutos. O diretor da Fetrafi-RS, Carlos Augusto Rocha, informa que deu a entender que já estava tudo previamente acertado. "Foi apenas uma assembleia pró-forme para legitimar uma ação do governo Sartori que é de dilapidar o Banrisul”, afirma. Rocha conta que não pode assinar o livro de presença da assembleia, mesmo tendo feito o credenciado. Por essa razão, ele protocolou no banco um documento questionando a direção sobre os destinos do dinheiro arrecadado numa eventual venda de ações.

A legalidade do resultado da assembleia e o formato que se pretende fazer o IPO da Banrisul Cartões, no entanto, são questionadas pelo diretor da Fetrafi-RS. Na condição de acionista minoritário do Banco, Rocha entrou com medida cautelar na Justiça, com pedido de liminar, para suspender os efeitos da assembleia geral, até que se julgue possíveis erros neste processo. Carlos Augusto Rocha, juntamente com a Fetrafi-RS e o SindBancários, ingressaram com um protesto judicial, no final de março, para defender os interesses dos Banrisulenses e preservar a transparência em relação ao processo de venda de ações do banco público dos gaúchos.

IPO Banrisul Cartões

O banco pretende fazer o lançamento inicial de ações (IPO) de maneira primária (com aumento de capital) ou secundária (vendendo as ações que já possui). Nesta investida, o Banrisul permanecerá com a totalidade das ações ordinárias (com direito a voto) da subsidiária.  

No ano passado, o lucro líquido da subsidiária foi de R$ 222,1 milhões, aumento de 7,7% em relação a 2016. Em dezembro, eram 108,9 mil estabelecimentos credenciados ativos, alta de 3,5% em relação a dezembro de 2016. O BanriCard somou 9 mil clientes conveniados ativos em dezembro passado, número 9,4% superior ao mesmo mês de 2016. Em 2017, a subsidiária teve faturamento de R$ 1,4 bilhão, alta de 3,4% em relação ao ano anterior. 

 

Foto: Imprensa SindBancários